quarta-feira, 17 de agosto de 2011

HISTORIA DO S/360 DA IBM





O modelo de mainframe IBM System/360 67 foi um dos pioneiros do tempo de supercomputação foi usada para virtualizar hardware através da WWW (Monitor de Máquina Vitual).Tecnologia de computadores evoluiu muito desde então até hoje, quando cada PC em casa tem uma capacidade de processamento muito superior aos 500 KB de RAM e 30MB de disco IBM modelo 360 System 67 original.
Durante a década de 50, a organização interna dos computadores começou a ser repensada.


IBM System/360 (S/360) constitui-se numa família de mainframes lançada pela IBM em 7 de abril de 1964. Foi a primeira família de computadores a fazer uma distinção clara entre a arquitetura e a implementação, permitindo que a IBM lançasse um conjunto de projetos compatíveis em várias faixas de preço. Foi comercialmente muito bem-sucedido, permitindo que os consumidores comprassem um sistema menor sabendo que sempre poderiam migrar para um modelo mais avançado em caso de necessidade. O projeto é considerado por muitos como sendo um dos mais bem-sucedidos da história dos computadores, influenciando o desenho de novas máquinas por anos a fio. O responsável pela arquitetura do S/360 foi Gene Amdahl.

Esse foi o momento em que os processadores começaram a ganhar funcionalidades básicas, como registradores de índices, operando imediatos e detecção de operadores inválidos.


No início da década de 60, a IBM desenvolveu uma nova abordagem: planejou uma família de computadores que poderiam executar o mesmo software, com poder de processamento e preços diferentes. Com isso, os programas não seriam mais dependentes de máquina, mas compatíveis entre todos esses modelos.



IBM/360


Gene Amdahl e o IBM S/360.

Vale lembrar que, embora a IBM esteja dando destaque ao S/360 como “primeiro mainframe”, houve outros computadores gigantes anteriores a ele, inclusive da própriaIBM. Um dos mais famosos é o IBM System 700/7000, do fim da década de 50, mas a primeira grande máquina – limitada, é verdade – a ser construída com esse propósito foi o ENIAC, de 1946, da empresa norte-americana ECC a pedido das forças armadas. O ENIAC foi uma grande calculadora para determinar o trajeto de mísseis balísticos, mas não ficou pronto antes do fim da segunda guerra.
Do ENIAC em diante, muitos computadores de grande porte apareceram. O System/360, no entanto, revolucionou a área de informática no anos 60, sendo responsável inclusive pelo envio do primeiro homem à Lua, atuando como suporte terrestre para a equipe da NASA no Projeto Apollo. A maioria dos mainframes surgidos após 1964, mesmo de outras marcas, eram baseadas ou tentavam imitar a estrutura básica do S/360.

A IBM gastou, à época, um valor de US$ 750 milhões em engenharia e US$ 4,5 bilhões em fábricas e equipamentos para que o System/360 fosse concebido, além da contratação de 60 mil empregados.
Antes do surgimento dos S/360, grandes processos de informação aconteciam em computadores que trabalhavam por lotes, ou seja, uma tarefa tinha que ser terminada antes do início de outra. No processamento por lote, os resultados podiam levar vários dias para chegar à mesa do solicitante. O S/360 introduziu o conceito de processamento online, no qual vários processos podiam ser pedidos ao mesmo tempo, com resultados imediatos.



O IBM 360 utilizava leitores, perfuradores  de cartões, fita magnética, impressora de caracteres e a mesma cadeia metálica já utilizada no IBM 1401.
 A novidade em periféricos foi a possibilidade de se conectarem a unidades de disco magnéticos.Funcionando on-line, conectar-se de terminais a distância, através de linhas telefonicas, na execução de algumas tarefas, foi um dos percurssores do teleprocessamento e das redes de comunicação de dados.

 Seu sistema operacional denominava-se BPS - Basic Programming System, surgindo o termo job control (Conjunto de cartões perfurados que comandavam e controlavam automaticamente a execução de uma tarefa).


Em 1966, a Bayer, indústria de produtos químicos, foi a primeira companhia a adquirir o S/360 no Brasil. Nos anos seguintes, esse equipamento tornou-se o cérebro eletrônico de muitas empresas e órgãos de governo que, em busca de maior rapidez e eficiência em seus processos administrativos e operacionais, começavam a criar seus próprios centros de processamento de dados. O System/360 também foi responsável, em 1968, pela primeira operação de teleprocessamento bancário do Brasil.

Ao redor do mundo, e especialmente nos anos 70, surgiram fabricantes locais que tentavam abocanhar uma fatia de mercado em seu próprio país. Na itália, a Olivetti, fabricante de máquinas de escrever e calculadoras, também tinha seu mainframe, bem como a Siemens na Alemanha, ICL e Ferranti no Reino Unido e NEC no Japão. No Brasil, a Cobra Computadores, estatal, chegou a fabricar computadores mas nenhum que fosse de grande porte.
Ao redor do mundo, e especialmente nos anos 70, surgiram fabricantes locais que tentavam abocanhar uma fatia de mercado em seu próprio país. Na itália, a Olivetti, fabricante de máquinas de escrever e calculadoras, também tinha seu mainframe, bem como a Siemens na Alemanha, ICL e Ferranti no Reino Unido e NEC no Japão. No Brasil, a Cobra Computadores, estatal, chegou a fabricar computadores mas nenhum que fosse de grande porte.



Sua capacidade de memoria base era de 32k bytes, construída com toros de  ferrite (óxido de ferro), sendo o primeiro computador da IBM a utilizar 8 bit para codificar caracteres, foi a partir dai que a palavra byte assume o significado que ainda é utilizamos.
 Com 8 bit codificava-se 256 estados diferentes sendo suficiente para codificar 10 algarismos, 52 letras (maiúscula e minúscula)  do alfabeto anglo saxônico, o espaço, 27 símbolos e 166 caracteres especiais. No inicio incluíram símbolos matemáticos e gráficos, mas tarde incluíram caracteres nacionais (Japoneses, Italiano, etc..), suprindo a codificação de caracteres gráficos.
 Foi o primeiro computador IBM a ser comandado a partir da digitação de caracteres numa maquina de escrever (Selectric Typewriter).


























Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/IBM_System/360














Um comentário: